Tivemos 97.798 mil leitores em 2016 - 8150/mês, 80.511 até ao 3.Trimestre de 2017 - 8.950/mês e mais de 310 mil desde julho/2010 (3.600 por mês, durante mais de sete anos)

7.2.07

OBVIAMENTE PELO SIM!

Fui nos últimos dias, curiosamente, instado por vários emails a dar a minha opinião em relação ao Referendo do próximo Domingo, sobre a despenalização da interrupção voluntária da gravidez.

Achei curioso que procurassem saber qual a minha posição sobre tal tema, eu que até quando frequentava os "grupos de jovens católicos do 111" em Tomar já defendia o direito das mulheres a disporem do seu corpo, para escândalo de alguns dos "monitores da fé", isto no início dos anos 80.

Mas bem, podia ter mudado de opinião. Mas até não.


Passados mais de 25 anos, continuo a ter a mesma opinião: nenhuma mulher deve ver a sua intimidade devassada por, em consciência, ter tido que tomar a opção de abortar.

Mais entendo que nenhuma mulher deve ser processada judicialmente por tal facto ou em limite ser levada à prisão.

A actual Lei é um absurdo só possível num País de VÍCIOS PRIVADOS e de PÚBLICAS VIRTUDES.

Com a clareza que sempre defendi que se deve ter na política afirmo-me OBVIAMENTE PELO SIM!