Tivemos 97.798 leitores em 2016 e 99.854 em 11 meses de 2017 e mais de 326 mil desde julho/2010 (3,6mil por mês, durante mais de sete anos)

3.6.09

BPN / Ex-dirigentes do PSD - É TUDO GENTE SÉRIA!

A polémica vai alta, sobre a questão da ligação entre altos dirigentes do PSD e um Banco que os simpáticos senhores criaram para cuidar das "suas fortunas". Tudo boa gente e gente séria, acima de tudo.





Mas vamos ler uma pequena prova de quem viveu na primeira pessoa parte da ROUBALHEIRA.

Camilo Lourenço

BPN: memória curta

camilolourenco@gmail.com

Março de 2001.

A revista "Exame", que na altura dirigia, dizia na capa que o Banco de Portugal tinha passado um cartão amarelo ao Banco Português de Negócios. Dias depois recebi um telefonema de Pinto Balsemão. Assunto: o ex-ministro Dias Loureiro tinha-lhe telefonado por causa do artigo e, na sequência dessa conversa, queria falar comigo. Acedi prontamente.

A conversa com o ex-ministro foi breve... mas elucidativa: Dias Loureiro estava desagradado com o tratamento dado ao BPN; o assunto tinha criado um problema com a imagem do banco; não havia qualquer problema com o Banco Português de Negócios; Oliveira e Costa, ex-Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, e à época Presidente do Conselho de Administração daquele Banco (hoje em prisão preventiva) referiu que estava muito "incomodado" com a matéria da capa(para a qual tinha contribuído, com uma entrevista) e pensava processar a revista (como efectivamente aconteceu).

Depois da conversa comuniquei a Pinto Balsemão que não tinha ficado esclarecido com as explicações de Dias Loureiro e que, por mim, a "Exame" mantinha o que tinha escrito. O que aconteceu depois é conhecido...

Ao ouvir Dias Loureiro na RTP fiquei espantado. Porque o ex-ministro disse que ficara tão preocupado com o artigo que foi, de "motu propriu", ao Banco Central comunicar que a instituição devia estar atenta.

Das duas uma: ou Dias Loureiro soube de algo desagradável entre a conversa comigo e a ida ao Banco de Portugal; ou fez "fanfarronice" nessa conversa para esconder os problemas do BPN.

Há uma terceira hipótese... Feia. Mas depois do que vi no assunto BPN já nada me espanta!

Nota:

este jornalista foi despedido da "Exame" pelo "democrata" Balsemão, enquanto que o dr Loureiro continuou a "aconselhar" o Presidente da Répública nas suas funções de Estado !?!

Sem comentários: