Tivemos 97.798 mil visitas em 2016 - 8150/mês, 52.175 de janeiro a junho de 2017 e mais de 279 mil desde julho/2010

14.7.09

Morreu o Libertário Palma Inácio


Herminino da Palma Inácio, faleceu pelas 11:15 de hoje de dia 14 de Julho de 2009, em Lisboa,na Associação Casapiana de Solidariedade, onde travou a sua última batalha.

Citando um amigo comum que hoje escreveu:
"morreu o último Herói romântico da luta pela Liberdade. Homem simples, mas de enorme craveira intelectual. Foi uma honra e um privilégio tê-lo conhecido. Com ele morreu uma parte dos nossos ideais de liberdade da nossa juventude. Homem de palavra de honra. Leal como nenhum outro. Amigo fraterno e solidário. Símbolo do inconformismo. Anti-fascista até ao dia de hoje. Honremos o seu testemunho. Prestemos homenagem à memória de Hermínio da Palma Inácio. Ditadura nunca mais!".

Palma Inácio o "Velho" nascaeu em Ferragudo a 29 de Janeiro de 1922, mecânico da Aeronáutica, destacado militante e fundador da LUAR (Liga de Unidade e Acção Revolucionária) em 1967.


Protagonizou algumas arrojadas operações de sabotagem contra o regime salazarista: em 10 de Novembro de 1961, numa acção projectada por Henrique Galvão e comandada por Palma Inácio e Amândio Silva, Camilo Mortâgua, João Martins, Fernando Vasconcelos e Helena Vidal (já falecida), lança sobre Lisboa através de um avião da TAP panfletoss com o Manifesto da Frente Anti-Totalitária dos Portugueses Livres no Estrangeiro.


Em Maio de 1967 foi um dos preincipais intreventores no assalto ao Banco de Portugal na Figueira da Foz, por um comamdo da LUAR por si chefiado e com Camilo Mortágua, António Barracosa e Luís Benvindo.


Foi indicado pelo presidente Mário Soares, em 1995, para receber a Ordem da Liberdade, ordem que não viria a ser-lhe conferida por alegadas pressões exercídas por sectores mais conservadores da sociedade portuguesa.

O corpo encontra-se desde as 20 hoas de hoje na sede do PS no Largo do Rato em Lisboa e segue amanhã pelas 18 horas para o Cemitério do Alto de S.João onde será cremado pelas 19 horas.


MORREU MAIS UM HOMEM LIVRE, OUTROS QUE SE LEVANTEM E SIGAM O SEU CAMINHO!

10.7.09

…e o futuro aqui tão perto!

[Nota do dia, lida aos microfones da Rádio Hertz FM98, transmitida hoje após os noticiários das 13H e 17H, retransmitida Domingo dia 13 de Julho, depoisa das 13H]

A Câmara de Tomar começou finalmente a pagar a parte dos seus fornecedores, depois de ter recebido do Governo um financiamento de quase 5 milhões de euros, do Programa “Pagar a tempo e horas”, o que constitui uma boa notícia.

Outra boa notícia foi a aprovação do Programa Integrado de Valorização Urbana, com um importante financiamento do QREN, que se não fosse a estratégia do Governo PS, para a valorização dos centros das Cidades, na linha aliás das intervenções POLIS, não seria realizado. Mas em Tomar uma boa notícia trás quase sempre um lado negro e na penúltima reunião de Câmara o Estudo Prévio da envolvente ao Convento de Cristo foi aprovado pelo Município, com o voto contra do PS, integrando um buraco financeiro – sem qualquer financiamento – de 2,8 Milhões de Euros, além de prever escavar a encosta para instalar mais Parques de Estacionamento.

Será que é isto que o Presidente Corvelo vai explicar à população na sessão de apresentação, que irá realizar na próxima Sexta-feira? Ou é mais uma acção de campanha eleitoral do PSD, paga com o dinheiro dos contribuintes?

Não fez sessões públicas para recolher opiniões da população sobre o modelo, ou propostas concretas de intervenção. Já recusou, por diversas vezes, propostas do PS para desenvolver o Orçamento participativo, para ouvir a população sobre o PDM, para melhorar as candidaturas a fundos comunitários e agora, a dois meses de eleições vem fazer sessões públicas com Projectos fechados? Se isto não é fraude política, o que é que é fraude?

Sobre o PDM, que continua a marinar na incompetência de 12 anos de maioria PSD, sem que se veja uma luz ao fundo do túnel, consideramos que este novo PDM, deverá marcar o princípio de uma nova forma de melhorar significativamente a qualidade de vida das populações.

Não queremos que, como se escreve, por exemplo no actual relatório de análise, a exemplo do que eu Deputado Municipal na altura chamei também à atenção, que

“as regras do PDM de 1994 influenciaram de forma marcante a estrutura do povoamento do concelho de Tomar, que é caracterizado por uma forte dispersão da construção. Esta situação deve-se, em parte, à forma como foram delimitados os espaços urbanos (ou antes, à ausência de critérios na sua delimitação) e às regras de construção em espaço agrícola e agro-florestal no PDM de 1994.”
Relatório da 2ºFase do PDM, Capítulo 7, Pg 25 – CESUR (IST) 2009

Os que contribuíram assim, para criar desde 1994 esta situação, muito especialmente os que durante 11 anos, entre 1997 e 2008, nada fizeram para a alterar, deveriam ser pelas populações DIRECTAMENTE RESPONSABILIZADOS, pelos prejuízos criados ás pessoas individualmente consideradas e à comunidade, colectivamente estudada.

E dizemos isso porque o PS ouviu a população em sessões públicas e concluiu que o que preocupa especialmente os nossos concidadãos, é o facto de não terem soluções que lhes permitam fixar familiares directos na sua área e de faltarem muitos equipamentos e serviços que valorizem as vivências, fora da cidade. Sempre dissemos que o Concelho é composto por 16 Freguesias!

Os rostos do passado: Pedro, Paiva e Corvelo, são os responsáveis pela situação que se vive no Concelho e devem por isso pagar caro o prejuízo que têm feito a Tomar!

Para terminar, só dar-vos mais um exemplo da razão que têm tido os autarcas do PS, quando desde há 2 anos vêm propondo que o municio inicie conversações com o Instituto das Lojas do Cidadão para instalação em Tomar de uma dessas Lojas, que possa ter todos os serviços ao público num só local, com melhores horários a exemplo do que já é feito em cerca de 30 Cidades do país.

Pois sempre tem a maioria PSD recusado, com o argumento de que não sabem quanto custaria implementar isso. Uma Câmara que estraga dinheiro em processos judiciais, como os dos Parques de Estacionamento do Pavilhão e por detrás da Câmara, devia ter vergonha.

Mas mais vergonha devia ter quando a Câmara de Torres Novas assinou a semana passada o Protocolo com o Governo para instalação nessa Cidade de uma Loja do Cidadão com mais de 1000 m2 de serviços, onde até a emissão de passaportes está contemplada, com um investimento que passa pelo pagamento da água, da luz e da manutenção durante 15 anos, do edifício que o Estado vai construir, orçado em 1,2 Milhões de Euros.

Ou seja, Torres Novas vai ter já em 2010 uma Loja do Cidadão, onde os Tomarenses passarão a ir, que não custa literalmente nada ao Município, porque o PSD em Tomar é de vistas curtas e incapaz de sair da letargia em que nos mergulhou, vai para 12 anos.

Quase que apetece citar Sérgio Godinho quando este canta que “estive quase morto no deserto, e o Porto aqui tão perto”.
E Porque TODOS SOMOS PRECISOS, eu digo que “Estamos quase mortos num deserto, de ideias, e o futuro aqui tão perto”.
Agarre-mo-lo!

8.7.09

Investimentos realizados em Tomar, nos últimos anos

Só a título de exemplo, vou listar alguns dos investimentos realizados pelo Governo, directamente em Tomar, desde Abril de 2005.


1. Mais de 50 acordos de cooperação da Segurança Social com IPSS: 15 Milhões de euros em 5 anos;

2. Centro Novas Oportunidades na Escola Gualdim-Pais;

3. Novo Centro Escolar dos Casais; [Em adjudicação/Obra]

4. Nova Escola Básica Integrada de Nuno Alavares Pereira (ex-Colégio);[Em adjudicação/Obra]

5. Nova Escola Secundária de Jácome Ratton;[Em adjudicação/Obra]

6. Nova creche da Sociedade Guladim-Pais;

7. Loja Ponto Já a funcionar - erradamente - no Complexo desportivo);

8. Nova Esquadra da Secção Policial de Tomar;

9. Novo tribunal de Trabalho de Tomar;

10. Obras no Tribunal Judicial de Tomar;[Em adjudicação/Obra]

11. Comparticipação (12.500€) para novas carrinhas às IPSS: Venda Nova, Olalhas e Gualdim-Pais;

12. Modernização Administrativa, para mobiliário, pequenas obras e pinturas, nas Juntas de Freguesia de Junceira, Asseiceira, Beselga e Sabacheira;

13. Pinturas e Impermeabilização do edifício sede da Sociedade Gualdim-Pais;

14. Apoio à Canto Firme para edicção do Díptico Coral de homenagem a Lopes Graça;

15. Novo Polidesportivo da Sociedade da Pedreira;

16. Obras na Igreja de Carregueiros;

17. Novos balneários e adapatações nas instalações das Associações do Paço da Comenda , Vila Nova e da ACR da Linhaceira [esta em adjudicação/Obra];

18. Recuperação de Charola do Convento de Cristo e Telhados;

19. Limpeza da Mata Nacional dos Sete Montes (Agris);

20. Nova cobertura para a associação de Sta.Cita; [Em adjudicação/Obra]
21. Cuidaddos Paliativos na Unidade de Tomar do CHMT;

22. Comparticipação para Nova sede do Sporting Clube de Tomar; [Assinado ontem, aqui com foto realizada após o evento]



Nota: faço notar que esta não é uma Lista exaustiva, mas que só aqui estamos a falar de mais de 100 milhões de euros de investimento, nestes cerca de 4 anos e meio, muitos dos quais não teriam sido possiveis se não fosse este Governo a definir, por exemplo, a estratégia de financiar a construção de novas escolas e a recuperação das antigas, a isso afectando verbas do QREN ou a explicação que foi necessária fazer junto de vários departamentos e Ministérios da sua relevância. Para tal contribuiram as instituições, as autarquias (Juntas de Freguesia e Municipio) e alguns dirigentes do PS e membros do Governo PS. Mas a jeito de conclusão é preciso mais lobing a favor de Tomar.

7.7.09

Manuel Pinho fez jantar de despedida com trabalhadores


in, Diário de Notícias online, 6/7/09

Manuel Pinho despediu-se do seu 'staff' num jantar num restaurante de Lisboa, onde também estiveram trabalhadores da Autoeuropa e da Bordalo Pinheiro.

Os trabalhadores de empresas apoiadas por Manuel Pinho enquanto ministro da Economia não quiseram faltar à despedida do governante, a qual decorreu no sábado no restaurante Solar dos Presuntos, em Lisboa.

Num ambiente de brindes e palmas, António Chora (do BE), responsável da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, afirmou que "o ministro fez muito pela indústria do País". Os responsáveis da Comissão de Trabalhadores da Bordalo Pinheiro, com quem Pinho desenvolveu uma relação estreita, chegando a afirmar que ia lanchar com eles, também marcaram presença no jantar, que juntou todo o staff do ex-ministro.

Cá fora, já à saída do restaurante, Manuel Pinho foi abordado por pessoas num carro que passava e que lhe disseram: "Sr. ministro, estou consigo." O DN sabe que, nos últimos dias, têm sido vários os portugueses que abordam o ex-governante na rua, mostrando--lhe o seu apoio.
Sem querer falar com os jornalistas, Manuel Pinho acaba por ir- -se embora, no carro ainda do ministério, com motorista, já que até à tomada de posse de Teixeira dos Santos como ministro da Economia, Pinho é ainda responsável pelo cargo, tendo todas as regalias a este associadas.
Ao DN, Manuel Pinho apenas revelou que vai de férias. "Vou para os Estados Unidos na terça-feira", afirmou o governante, que está visivelmente abatido com todos os acontecimentos dos últimos dias.

O rumo do Ministério de Economia fica agora nas mãos de Teixeira dos Santos, o novo "superministro". Depois da tomada de posse de hoje, o governante passa a ser responsável pelos dois ministérios, mas em separado. Ou seja, as estruturas vão ficar independentes, sendo que o elo comum será o governante, que terá de acumular as pastas por apenas dois meses.
Assim sendo, os secretários de Estado de Manuel Pinho - António Castro Guerra, adjunto, com a pasta da Indústria e da Inovação; Fernando Serrasqueiro, com a pasta do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, e Bernardo Trindade, do Turismo -, também presentes no jantar, serão reconduzidos.


COMENTÁRIO: Ora aí está um Ministro socialista pelo qual o trabalhadores, mesmo que do BE ou do PC, reconhecem empenhamento na resolução dos problemas do País. Que diferença com outros representantes de trabalhadores que fazem dos problemas das suas empresas uma arma de arremesso político-partidário, sem cuidarem de se preocupar que as empresas e os empregos possam sobreviver. Sim estou a pensar na IFM e no mau serviço prestado aos trabalhadores e à empresa, que o espectáculo público que os dirigentes sindicais têm promovido, possivelmente a mando de interesses directos ou indirectos da concorrência da empresa. Mas isso será motivo para uma outra abordagem mais tarde...

6.7.09

O que desejei para 2009

Relembro aqui as respostas que dei a uma entrevista do Jornal, "O Cidade de Tomar":

- Quais os acontecimentos relevantes em 2008, a nível local e nacional?

A nível nacional o aumento dos abonos de família em mais de 25%, com especial incidência para as famílias de menores recursos. A nível local a saída definitiva do EngºAntónio Paiva da Presidência da Câmara de Tomar, deixando o Município a braços com uma situação de quase insustenabilidade financeira e inúmeros processos em Tribunal, que vão demorar imensos anos a resolver.

- Escolha figuras locais e nacionais que pensa tenham sido relevantes em 2008.

A nível nacional o Ministro do Trabalho Vieira da Silva pela consistência de levar a cabo um conjunto de políticas sociais, que permitem atenuar a crise internacional e os sucessivos aumentos dos preços que se observaram até há cerca de 2 meses atrás, provando que é possivel, mesmo em situação económica difícil, desenvolver políticas de esquerda, com a responsabilidade de não colocar em causa a sustentabilidade do País. A nível local, claramente o Arquitecto José Becerra Vitorino, Professor de profissão, pela coragem de dar a cara pelo PS para a Câmara de Tomar, num ano em que ser Professor e do PS não parece ser muito compatível. De facto só um homem bom, sério e com visão de serviço público como ele, poderia assumir esta responsabilidade, em nome de uma outra visão de desenvolvimento para Tomar, sem oportunistas, nem situacionistas.

- O que espera de 2009, a nível local e nacional?

Que haja o bom senso de ouvir com atenção o que a generalidade das pessoas desejam: humanidade, responsabilidade e determinação nas decisões. Quer a nível Nacional, quer a nível local, precisamos de não embarcar no canto dos cisnes, que sempre nestes tempos de crises várias (económicas e de valores), têm tendência em nos tentar adormecer com falsas promessas de amanhãs que cantam, de riqueza e favores para todos.

- 2009 vai ser um ano em que vão decorrer várias eleições. Quais as perspectivas a nível das Autárquicas Locais e a nível das Legislativas?

A nível das Legislativas espero que o PS volte a ganhar e o EngºJosé Sócrates se mantenha como Primeiro Ministro, porque tem demonstrado coragem nas reformas, sensibilidade no apoio aos sectores mais débeis da sociedade, num amplo investimento no apoio aos idosos, às famílias e aos mais jovens, sem descuidar de manter a sustentabilidade do sistema para o futuro. A nível local espero que muitos homens e mulheres de diversas matizes, se possam juntar e ajudar a construir o Projecto autarquico socialista, liderado pelo Arquitecto Becerra Victorino.

Estou certo de que manter o que temos não serve, como a maioria já diz e voltar para trás é apenas apanágio dos cobardes, sendo que Tomar precisa de mulheres e homens com H grande, que possam voltar a dar à região uma Tomar liderante e onde se possa viver, sem favores, nem oportunismos, mas sim com ética republicana de serviço público!

3.7.09

UM BOM PENSAMENTO PARA O FIM DE SEMANA

"É realmente difícil viver em democracia em Portugal.
É por isso que a aspiração democrática é tentadora.
É difícil que a democracia, em Portugal, conviva com a seriedade.
É por essa razão que a democracia é aliciante. "


António Barreto