Tivemos 97.798 mil leitores em 2016 - 8150/mês, 80.511 até ao 3.Trimestre de 2017 - 8.950/mês e mais de 310 mil desde julho/2010 (3.600 por mês, durante mais de sete anos)

16.11.12

Dois anos depois mais um Tornado F3 em Portugal


Um excelente testemunho, de mais um Tornado (F3, sem dúvida), que assolou desta vez o Algarve.
Este tipo de fenómenos extremos, começa a afetar cada vez mais a nossa latitude.


http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/silves-carvoeiro-lagoa-tornado-mau-tempo-algarve/1393434-4071.html
Última atualização às 21:40
Treze pessoas ficaram feridas, três com gravidade, nos concelhos de Lagoa e Silves, após a passagem de um tornado na região, segundo o último balanço do Ministério da Administração Interna. Alguns feridos tiveram de ser desencarcerados de viaturas que se voltaram com o vento. Há três famílias desalojadas, num total de 12 pessoas.

Vídeo mostra tornado no mar

Segundo o INEM, nove dos feridos foram levados para os hospitais de Faro e Portimão e um recebeu tratamento no local. Dois feridos graves registaram-se em Silves.

A Proteção Civil adiantou ainda que 19 pessoas receberam assistência, no local, a nível psicológico.

Num balanço anterior, o adjunto de operações nacional da Proteção Civil, João Verde, explicara à tvi24.pt que os ferimentos resultaram de carros que se voltaram quando os ocupantes estavam no seu interior e de objetos lançados pelo vento.

«Os maiores problemas estão ligados com as pessoas que se encontravam no interior das suas viaturas e que sofreram danos, porque os ventos muito fortes acabaram por conduzir a que essas viaturas virassem», explicou.

As operações de socorro estão quase a ser concluídas, mas há mais de 100 habitações danificadas, assim como viaturas. O vento arrancou árvores, sinais, painéis e outras estruturas e os trabalhos de limpeza deverão demorar mais algum tempo.

Uma testemunha contou à tvi24.pt que o tornado passou por Alvor por volta das 14:30, danificando o telhado da escola primária e de outros edifícios.

De acordo com a Proteção Civil, foram «registados fenómenos de vento forte afetando os concelhos de Silves e Lagoa/Faro, danos em vários veículos, habitações e uma escola».

Quinze pessoas foram evacuadas preventivamente de um lar de idosos em Algoz, pela Cruz Vermelha Portuguesa, para uma unidade de cuidados intensivos.

De acordo com a última atualização da Proteção Civil, a «situação tende a normalizar», mas há «danos avultados no edificado, veículos, infraestruturas rodoviárias e rede elétrica».

4600 pessoas estão sem energia elétrica nos concelhos de Silves e Lagoa com previsão da reparação até às 24:00.

O abastecimento de água às populações está a funcionar com normalidade.

Também hoje de manhã, em Albufeira, o mau tempo causou inundações na via pública, alagando casas e lojas da cidade, mas a situação já está regularizada.

Estão envolvidos nas operações 231 operacionais apoiados por 67 viaturas.

Bombeiros de Arraiolos foram chamados para auxiliar na resposta a esta situação.

Os ventos fortes provocaram, ainda, o corte da linha ferroviária do Sul, que faz a ligação entre Lisboa e o Algarve, estando duas composições paradas por volta das 17:00, disse a CP. Os passageiros vão ser transportados de autocarro.

A circulação na linha ferroviária do sul foi entretanto restabelecida às 20:15.

1 comentário:

Sofia disse...

Em Alvor foi outro tornado e não o mesmo que passou em Lagoa e Silves. Foi de menor dimensão mas arrancou os telhados das escolas e árvores pela raíz. Passou mesmo à minha frente.