Tivemos 97.798 leitores em 2016 - 8150/mês, 90.905 em 10 meses de 2017 e mais de 320 mil desde julho/2010 (3.580 por mês, durante mais de sete anos)

28.4.17

Pintar de imediato o Mural junto ao Rio Nabão

A Assembleia Municipal de Tomar decide hoje, em reunião da Assembleia Municipal, que se realiza a partir das 21H00, aprovar ou não, Moção que aponta para a pintura imediata do mural realizado junto ao Rio Nabão.


É este o teor da Moção a ser votada:


MOÇÃO
Limpeza do muro junto ao deck dos barcos


O Município de Tomar, no âmbito de um conjunto de iniciativas de intervenção cultural em espaço público, decidiu promover a disponibilização de espaços públicos – muros de cimento, fossem objeto de pinturas, nomeadamente através da técnica de graffiti.

Tais obras de arte pública, cada vez mais comuns nas nossas cidades, inovam pelas abordagens estéticas, recorrendo a cores e contrastes fortes, normalmente consideradas de “transgressão”, promovendo a reinterpretação de locais, de momentos e de histórias, de vida, da história ou da memória comunitária e, muitas vezes, retratam também o estado de espírito dos criadores, muitas vezes coletivos, remontando a tempos imemoriais do Império Romano, mas especialmente redescobertos após os anos 60 do século passado.

A abordagem livre da arte, deve ser preservada sempre, sob pena dela se tornar tão só motivo de propaganda, muito usada aliás por diversos estados totalitários ao longo da História humana e, portanto, não é discutível.

De outro modo é de questionar e motivo de escrutínio público, um dos locais disponibilizados oficialmente pelo Município para tal “mural”, mais concretamente o existente junto ao deck dos barcos, contíguo ao Parque Infantil, recentemente batizado de “Traquinas do Nabão”, com impacto visual conflituante com o enquadramento estético do Rio, numa visão tida de toda a Ponte Velha e do passeio público da Rua Marquês de Tomar.

Assim,

A Assembleia Municipal de Tomar, reunida a 28 de abril de 2017, considera dever o Município prover à sua rápida limpeza, disponibilizando ao artista que o produziu, outro local adequado para a implantação livre da sua arte.

Tomar, 28 de abril de 2017

O deputado municipal não adstrito, eleito pelo PS

Luis Ferreira

Sem comentários: